Sapataria Marques gerida com “psicologia”

“Adoro aquilo que faço.” Palavras de Sónia Marques, proprietária há 23 anos da única sapataria atualmente existente em Massamá. O segredo para o sucesso, confessa esta empresária formada em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia no Trabalho, “está na dedicação e carinho com que todos os clientes são tratados”.

Com apenas 44 anos, Sónia, nascida no Alentejo, recorda como tudo começou: “Este é um negócio de família. Os meus pais sempre venderam sapatos. Quando vim para Lisboa estudar, optei por juntar o útil ao agradável. Formei-me e abri a sapataria aqui em Massamá. Não me arrependo da opção, porque amo isto. Além disso, acabo por ser uma verdadeira psicóloga clínica para muitos dos clientes que tenho. Pedem-me conselhos e tenho todo o prazer em dar-lhes algumas indicações.”

O atendimento personalizado e atencioso é a “marca” da Sapataria Marques

Combater a concorrência

Manter uma sapataria local não é tarefa fácil, conforme reconhece a empresária: “Os tempos mudaram muito desde que abri o negócio. No início havia apenas a concorrência de negócios parecidos ao meu. Porém, com o passar dos anos abriram as grandes superfícies, apareceram as sapatarias enormes e as vias de comunicação melhoraram imenso. Hoje, Massamá está a poucos minutos dos grandes centros comerciais, onde a oferta é imensa. Não é fácil. Mas com esforço e dedicação consegue-se.”

O que faz a diferença? Sónia Marques não tem dúvidas: “O atendimento personalizado faz toda a diferença. Quem vai às grandes superfícies está entregue a si próprio e, muitas vezes, seduzidos pelos preços baixos, acabam por comprar aquilo que precisam e aquilo que não lhes faz falta nenhuma. Na minha sapataria o cliente tem todo o tempo para escolher, é acompanhado por mim nas escolhas que faz e só leva mesmo aquilo que o faz sentir bem, quer em termos de conforto, quer em termos de gosto pessoal. Com os anos aprendemos a saber aquilo de que os clientes gostam.”

Sónia Marques aposta no mercado nacional de sapatos e tem tido sucesso

Preços justos

Sónia Marques recusa-se a enveredar pelo caminho mais fácil: “Seria tentador vender artigos de sapataria feitos de materiais de baixa qualidade e baixo preço. Mas não considero que esse seja o caminho. Tenho para mim que nem tanto ao mar, nem tanto à terra. É possível ter sapatos de excelente qualidade e com um preço acessível a todas as bolsas.”

E a aposta no mercado nacional é clara: “Mais de 90% dos meus produtos são de fabrico nacional. Aliás, trabalho sobretudo com marcas de fábricas portuguesas. Não faz qualquer sentido comprar/vender marcas estrangeiras, quando eles nos vêm comprar a nós para vender nos seus países. Em termos de sapatos de homem são todos nacionais. Tenho uma ou outra marca que não é nacional, mas são exceções que confirmam a regra e tem sobretudo a ver com questões de conforto e padrões de saúde. Nem tudo o que reluz é ouro. Um cliente pode gostar de um determinado sapato, mas esse pode não ser o mais indicado para uma pessoa que sofre, por exemplo, de problemas musculares nas pernas ou que tenha joanetes. Tenho sempre essa vertente em conta.”

Outros produtos

Para combater as grandes superfícies, Sónia Marques tenta diversificar a oferta: “Aproveito para dar aos clientes outras opções que as grandes sapatarias não dão. Ou seja, a pessoa pode vir comprar um sapato, mas também pode levar uma mala a condizer, uns brincos ou uma pulseira. Ou seja, tenho acessórios, nomeadamente da marca Bastta, que são de grande qualidade e relativamente baratos. Não tenho grandes ‘stocks’ como as lojas das grandes superfícies – isso é impensável para um espaço com esta dimensão -, mas garanto que nenhum cliente sai daqui sem que eu tente encontrar o produto que ele deseja. Mesmo quando parece impossível, eu tento que seja possível.”

E como o futuro a Deus pertence, Sónia tem apenas um sonho que espera concretizar em breve: “Quero remodelar a sapataria. Porque eu e os meus clientes merecemos. Ponto.”

Palavra de psicóloga.

Contactos:
Sapataria Marques
Rotunda Drª Laura Aires, 5 Lj frt. – Massamá
Contato telefónico: 214 300 899
Horário: das 10h00 às 20h00 de segunda a sexta-feira
e das 10h00 às 13h00 aos sábados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *