Os sabores de Portugal na sua freguesia

      Sem comentários em Os sabores de Portugal na sua freguesia

A gastronomia portuguesa está a dar que falar em todo o mundo, fazendo sucesso em feiras gastronómicas realizadas em países como a França, Inglaterra, Alemanha, Suíça e Estados Unidos da América, onde os nossos pratos fazem as delícias dos paladares mais exigentes. E tem ainda o condão de servir para unir amigos, aliviar a tensão e até como pretexto para se fazerem negócios.

A verdade é que Portugal tem uma gastronomia tão rica e variada como a paisagem e o património edificado. É sobretudo o mar que imprime a característica mais marcante à culinária portuguesa. Mas também brilhamos em pratos de carne onde se destaca o cozido à portuguesa, que mistura carnes e legumes cozidos de forma suculenta, e que pode ser provado em Massamá Norte, no restaurante “Toca do Minhoto”, ao domingo e à terça-feira. Uma verdadeira delícia que é servida numa travessa capaz de satisfazer os apetites mais vorazes. A não perder, neste restaurante, está também a Sopa do Chefe, à quarta-feira, e, claro, o Bacalhau à Minhota.

Se estiver no norte, também pode saborear as tripas à moda do Porto, uma variedade de feijoada. O azeite português, de grande qualidade, está sempre presente e integra todas as receitas de bacalhau. Cada prato tem um vinho certo para companhia. É que temos vinhos em todo o país, e se o Porto tem fama, os tintos do Douro, do Alentejo e tantos outros não têm menos distinção. E os queijos! Só lhe falamos do Serra e do Azeitão, mas todos os do Centro de Portugal e do Alentejo são deliciosos. Os doces, com raízes nos muitos conventos onde eram preparados, fazem-nos ainda hoje “dar graças aos céus”. E é impossível deixar de provar um pastel de nata. Vai sempre bem com o café.

Em Massamá e Monte Abraão pode saborear estas deliciosas iguarias em vários restaurantes e pastelarias, nomeadamente no “Mirandês”, que fica perto da Rotunda Laura Aires (perto dos Correios) ou nas Pastelarias Viana (junto à Igreja), Queijadinha (na Av. Aquilino Ribeiro), Palácio dos Sabores (Av. Dr. Fernando Ricardo Ribeiro Leitão) ou Tailândia (em Monte Abraão), para referir apenas alguns exemplos.

Leitão da Bairrada

No centro de Portugal a gastronomia tem fundas raízes. Um expoente da gastronomia é o leitão da Bairrada, acompanhado com o espumante da região. A costa oferece mariscos e peixes frescos que se apresentam em caldeiradas e ensopados, bem assessorados por um Bairrada branco. Nas serras, pode provar os tintos do Dão com as receitas de cabra, como a chanfana (cozinhada em vinho tinto) e o cabrito assado, tal como com a vitela, que em Lafões tem receita própria. Os enchidos típicos do interior são maranhos, morcelas de arroz e outros, cada um com sua distinção, por vezes das ervas que lhes dão sabor. Há queijos certificados, como o famoso Serra (da Estrela), o Castelo Branco, Alcains ou Rabaçal. Nos doces, sugerimos só ovos-moles de Aveiro e pão-de-ló de Ovar.

Também pode provar estes sabores em Massamá e no Monte Abraão no restaurante “Com Sabores” (entre outros pratos deliciosos tem a famosa “Francesinha” à quinta-feira), em pleno Shopping de Massamá, no conhecido “Manjuba”, que fica na Avenida 25 de Abril, junto à estação de comboios, ou, ainda na mesma artéria, nos restaurantes Onda Azul (junto à ponte e com bons grelhados de carne e peixe) ou Marisqueira Serneves, especializada em petiscos e cozinha minhota. Não deixe também de visitar o restaurante Ourém, perto do Real de Massamá, ou o Cavalo Bravo, junto ao Chafariz.

Imaginação alentejana

A cozinha do Alentejo põe criatividade em todos os pratos, dando- lhes um toque de imaginação. Pão, porco e azeite são a base de uma das mais gostosas cozinhas de Portugal, que as ervas perfumam com aromas de campo. A sopa é um dos pratos principais, e pode ser fria no gaspacho, mas o pão é obrigatório na sopa de cação, de bacalhau ou de tomate com linguiça. E contínua nas migas que acompanham o porco, no ensopado de borrego ou na simples açorda alentejana. Nos queijos são muito reputados os de Nisa, de Serpa e Évora, momento certo para provar um tinto de Borba, Redondo, Reguengos ou Vidigueira. Por Massamá e Monte Abraão estes sabores podem ser encontrados no restaurante “Arcadas do Alentejano”, localizado na Av. Dr. Fernando Ricardo Ribeiro Leitão (por baixo das arcadas dos prédios existentes do lado oposto dos CTT) e Pousadoiro, na Rua Mário Pinto.

 

O peixe algarvio

De Sagres ao Guadiana, o Algarve é região de sol, peixe e marisco. A qualidade e variedade é tão grande que um peixe grelhado ou uns percebes numa praia da costa vicentina podem ser um autêntico manjar dos deuses. Existem receitas próprias que os realçam, com cataplanas, caldeiradas, sopas de peixe, ou os petiscos e acepipes que são refrigério para um dia de praia. Experimente uns carapaus alimados, ou a tradicional sardinha assada em Portimão, acompanhe com uma salada montanheira na Cacela, e verá que não há melhor que esta saborosa simplicidade. Do bife de atum de Tavira e polvo de Santa Luzia, o Algarve é exímio nestes cardápios. E não esquecer as ostras da Baleeira, de Alvor e da ria Formosa, bem como as lulinhas e choquinhos em todo o Algarve. Existem igualmente receitas próprias do barrocal, como o cozido de grão. E os frutos que dão sabor a doces, como os de amêndoa, de laranja, de figo, os morgados e os famosos Dom Rodrigos. Entre os frutos, ainda há os que dão sabor a licores e aguardentes, como o medronho da serra e a amêndoa amarga.

Quer provar isto tudo sem andar muito? Pode facilmente fazê-lo no restaurante “O Antigo Abrigo”, a escassos 200 metros da estação da CP de Monte Abraão. “Servimos os nossos clientes num ambiente familiar e só trabalhamos com menus para que todos saibam o que irão exatamente pagar no final da refeição. Temos vários pratos, mas o nosso choco frito (prato típico de Setúbal) é divinal e as pessoas fazem fila para virem cá comer”, garantiram ao Comércio de Massamá e Monte Abraão Sandra e Ana Espírito Santo, as donas do “Antigo Abrigo”, onde os clientes também se podem deliciar com o Polvo à Lagareiro.
Ali perto, no restaurante “Ao Monte”, que funciona na Praceta Monte Abraão, junto à igreja desta mesma localidade, pode provar o que há de melhor em carne de alcatra e de porco preto. “Podem vir cá também provar o nosso bife que leva um molho que é segredo da casa”, desafia Conceição Silva, gerente do espaço. Em Massamá basta visitar os restaurantes Agostinho (Rua Direita), o Menusum (Rua das Industrias), o Cantinho do Tuga (na Rua Dr. Francisco Salgado Zenha) ou o Estrela do Bico (Av. Azedo Gneco) entre muito e muitos outros estabelecimentos de restauração existentes em Massamá e no Monte Abraão e que apenas estão à espera de serem descobertos por si.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *