Empreendimento de luxo substitui casas degradadas

Um empreendimento de luxo vai ser construído na Avenida 25 de Abril, em Massamá, na zona de edifícios degradados que existem junto da rotunda do Parque Salgueiro Maia. Vai chamar-se Park Residence e os proprietários asseguram que as suas características irão torná-lo na “mais categorizada oferta residencial de toda a região”.

O novo empreendimento, cujo projeto de arquitetura é da autoria do Atelier Nuno Leónidas, irá ter 44 frações nas tipologias T1, T2 e T3. “Num equilibrado compromisso entre conforto e comodidade, entre flexibilidade e funcionalidade, cada apartamento é apresentado com a clara chancela do grupo: uma referência no mercado e uma garantia para os compradores”, assegura o grupo CAFE, dono do empreendimento.

E o grupo não faz por menos, anunciando que “em cada recanto, em cada escolha de materiais, em cada decisão arquitectónica, poderá testemunhar o que será o seu futuro no Park Residence: uma vida verde de esperança”.

A União de Freguesias de Massamá e Monte Abraão conhece o projecto e garante que ele está devidamente aprovado. “Queremos acreditar que é um projecto credível, até porque o grupo em causa tem provas dadas no mercado. Esperamos que tudo se concretize, pois valorizará imenso aquela zona, actualmente votada ao abandono”, afirmou ao nosso jornal o presidente da Freguesia, Pedro Brás. Ainda segundo o autarca, as obras de construção do novo empreendimento deverão arrancar no primeiro trimestre de 2019.

“Será a primeira obra no ramo imobiliário a ser construída em Massamá nos últimos 10 anos”, salientou Pedro Brás.

Quem tem dúvidas são os moradores locais. É o caso de Emília Barreto, residente na Rua José Viana da Mota: “Há anos que aquilo está abandonado e é frequentado por todo o tipo de gente, nomeadamente por toxicodependentes. A ser verdade era bom para todos nós. Mas só acredito quando vir aqui as máquinas a trabalhar.”

Certo é que o Grupo Café foi responsável pela construção e venda de empreendimentos como o Campo d’Ourique Prestige, o Edifício República e o Villas do Carmo, todos em Lisboa e onde, aparentemente, reina o “glamour” e o luxo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *