A solidariedade anda de mota

      Sem comentários em A solidariedade anda de mota

Celebraram 11 de existência este Novembro e são mais de 150. Têm uma paixão; andar de mota. Pelo meio, vão distribuindo solidariedade. Falamos do Grupo Motard Foge Com Elas, de Monte Abraão, e têm um lema: “Pedem e nós fazemos.”

Luís Vilela, de 45 anos, é o presidente do “Foge Com Elas”, e explica a origem do nome entre sorrisos: “Quando estamos em stresse o melhor é fugir com elas, as motos, bem entendido, e arejar.” Não esconde a satisfação pela comemoração de mais um aniversário: “Decidimos fazer a nossa festa na Escola EB 2, 3 Ruy Belo, porque foi um estabelecimento que ajudamos a limpar. Aliás, temos uma excelente relação com este agrupamento escolar. Assamos aqui uma vaca e um porco e recebemos ‘motards’ vindos de várias zonas do país. No fundo, o aniversário foi um pretexto para o convívio.”

Quanto a contas, o grupo respira saúde: “As contas vão andando boas. Não nos podemos queixar”, assegura Paulo Ferreira, tesoureiro do Foge Com Elas, acrescentando que qualquer pessoa pode ser sócia do grupo: “Não precisa sequer de ter mota. Basta querer. Não fazemos nenhuma exigência. A pessoa só tem de ter vontade.”

“Contem connosco”

E qual é a ajuda solidária que este grupo dá? O presidente Luís Vilela explica: “Ajudamos várias instituições. Este ano já limpamos a escola Ruy Belo e a Igreja de Queluz, ajudamos a Associação de Deficientes, colaboramos com a Comunidade Vida e Paz, ajudamos na recolha de alimentos para a iniciativa Mercearia Solidária,

 participamos na procissão de Monte Abraão, entre muitas outras coisas. Cultivamos uma excelente relação com toda a comunidade e colocamos as nossas mais-valias ao seu serviço.”

João Pinto, outro dirigente do grupo, recorda que já foram abraçados pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa: “Fomos à festa de Natal da Comunidade Vida e Paz, vestidos de pai natal, e cantamos duas músicas. No final fomos cumprimentados pelo senhor presidente da república.”

E este responsável do Foge Com Elas conclui: “Existimos pela paixão que temos pelas motas, mas vamos muito além disso. Queremos continuar a ajudar e cada vez mais. Podem contar sempre connosco.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *