Hospital de Sintra já tem projecto de arquitectura

A Câmara Municipal de Sintra já aprovou o projeto e solução de arquitetura do novo hospital de Sintra. O vencedor deste concurso público terá agora de elaborar o projeto de obra, executar a prospeção geológica e geotécnica, assegura os serviços da área de segurança e saúde na fase do projeto, garantir o desenvolvimento do estudo de incidências ambientais, prestar os serviços de certificação energética e da qualidade do ar interior, assumir a gestão e concretização de todos os processos de licenciamento do projeto, certificar a validação e complemento do levantamento topográfico fornecido, abrangendo toda a área de intervenção (edifícios, arranjos exteriores, vias, acesso e ligação).

O novo Hospital de Sintra, no Bairro da Cavaleira na freguesia de Algueirão-Mem Martins, será constituído por três unidades, ambulatório programado, serviço de urgência básica e unidade de convalescença.

Conforme já foi amplamente noticiado, a autarquia investe 29,617 milhões de euros no projeto, fiscalização e obra e o Estado assume 21,660 milhões com aquisição do equipamento médico, geral e informático e está prevista a sua conclusão em 2021.
A elaboração do projeto deverá estar concluída em Fevereiro de 2019, altura em que será lançado o concurso para a realização da obra, cumprindo assim os prazos das várias fases programadas para a concretização da obra. A prestação de serviço de estudo e projeto foi adjudicada a Vitor Hugo – Coordenação e Gestão de Projetos, S.A. pelo valor de um milhão de euros + IVA.

A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) e o Município de Sintra, em estreita parceria e articulação, também já elaboraram o programa de procedimento e o caderno de encargos necessários ao lançamento do concurso público internacional para o projeto do novo Hospital de Proximidade.

A partir da sua abertura, prevista para janeiro de 2021, o novo Hospital de Proximidade de Sintra permitirá racionalizar a oferta de cuidados de saúde no concelho de Sintra e dar uma resposta inovadora e mais adequada às necessidades da população.

Segundo a ARSLVT, este projeto reforça significativamente a oferta de cuidados de saúde disponibilizada em Sintra pelo Serviço Nacional de Saúde e complementará o esforço de investimento conjunto com o Município, de mais de 6 milhões de euros, com apoio de fundos comunitários do Programa Operacional Lisboa 2020, no âmbito dos cuidados de saúde primários no Agrupamento de Centros de Saúde de Sintra.

A ARSLVT acrescenta que este investimento conjunto já permitiu lançar a construção de raiz de cinco novos centros de saúde, em Queluz, Agualva-Cacém, Algueirão-Mem Martins, Almargem do Bispo e Sintra/Sintra. “Estão também já em curso um conjunto de obras de renovação e remodelação noutras unidades de saúde do concelho, existindo ainda planeados mais investimentos, como o novo centro de saúde de Belas. Estas obras permitirão qualificar as condições de funcionamento de todas as unidades de saúde do concelho e aumentar a capacidade de atração de novos profissionais para o ACES de Sintra”, referiu aquele organismo num recente comunicado.

Recorde-se que o novo Hospital de Proximidade de Sintra integrará serviços de urgência básica, consultas externas diferenciadas de alta resolução, unidade de cirurgia ambulatória, meios complementares de diagnóstico e terapêutica modernos e unidade de cuidados continuados integrados (convalescença).

O serviço de consulta externa visa dar uma resposta rápida e inovadora às solicitações provenientes dos cuidados de saúde primários do concelho de Sintra, assegurando que os utentes, com uma única deslocação ao hospital, consigam a realização da consulta e dos meios complementares de diagnóstico e terapêuticos necessários. A nova unidade funcionará em estreita articulação com o Hospital Fernando da Fonseca.

A unidade de convalescença destina-se a doentes dependentes por perda transitória de autonomia como é o exemplo de um doente que está numa fase de pós-operatório e/ou por doença crónica descompensada. Os cuidados de convalescença de duas unidades de tratamento têm 30 camas (existindo um total de 60 camas) com possibilidade de ampliação para 180 camas.
Quanto às especialidades, a unidade de saúde contará com anestesiologia, cardiologia, cirurgia geral, cirurgia pediátrica, cirurgia plástica e reconstrutiva e estética, gastrenterologia, medicina física e reabilitação, medicina interna, neurologia, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, patologia clínica, pediatria, pneumologia, psiquiatria, radiologia e urologia.

O novo Hospital de Proximidade de Sintra que vai ser construído no Bairro da Cavaleira. Para Basílio Horta “não era possível continuar a viver assim e foi necessário garantir os meios financeiros, sendo que é primeira vez no país que uma câmara municipal entrega ao Estado, ao Ministério da Saúde, um hospital feito chave na mão”.

“Acredito que a construção deste hospital melhorará a prestação de cuidados de saúde aos habitantes do concelho de Sintra, e este novo hospital tem uma coisa fantástica, vai ser o único no País, localizado a três minutos de uma Base Área”, disse o autarca quando anunciou o projecto.

O Hospital de Proximidade de Sintra terá todos os serviços adequados aos seus utentes (todos os munícipes do concelho), prevendo inclusive um local para futura construção de um heliporto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *